segunda-feira, 12 de junho de 2017

Resenha: A Alcateia - Glauco J. S. Freitas

| |
Título: A Alcateia
Autor: Glauco J. S. Freitas
Gênero: Fantasia
Págs: 261
Edição: 1 (2017)
Formato: A5 148x210
Acabamento: Brochura c/ orelha
Editora: Clube de Autores
Preço (físico): R$34,58
Preço (ebook): R$5,99
Onde comprar (físico): Clube de Autores
Onde comprar (ebook): Amazon



Notas:

Capa: 7/10
Conteúdo: 9/10
Diagramação: 10/10
Geral: 8,5/10


Sinopse:

Vem Lobo! Coroa-te no sangue dos apressados!"
Rituais de morte se espalham pela cidade de Curitiba e cabe ao Investigador da Homicídios, Flávio Patrezzi, impedir a propagação do horror causado pela Alcateia. A ajuda de seu consultor, Alexandre Matsui, será imprescindível para que encontrem os responsáveis por estes crimes bárbaros numa caçada que os levará aos corredores labirínticos do próprio Inferno.

Os personagens:

Os personagens principais desse livro são Matsui e Patrezi.
Matsui é um medium, que costumam chamar de "caçador". Caçador de que? De almas.
Patrezi é seu amigo que o acompanha em todas as suas aventuras, ajudando-o a lutar contra essas almas perdidas.


A história:

Essa história é fantástica para quem adora suspense, aventura, e uma boa dose de terror.
Quando uma pessoa é morta de uma forma ruim (como acontece nos casos de assassinato), a alma da pessoa muitas vezes não descansa e acaba ficando presa à essa terra, tentando matar pessoas da mesma maneira que morreu. Matsui caça essas almas para da-las o descanso, ao invés do que algumas pessoas fazem exorcizando e mandando para o inferno.
Muitas coisas estranhas começam a acontecer, e o fato de não sabermos o que exatamente é que está acontecendo com as pessoas e corpos sumindo nos desperta muita curiosidade para saber mais sobre tudo o que está acontecendo.
Eu particularmente sempre gostei muito de terror, mas nunca li muitos livros de terror, mas esse livro me lembra muitos filmes desse gênero que já assisti e é bem legal por que a gente fica sempre esperando pelo que vai acontecer, imaginando se Matsui e Patrezi (que às vezes é bem medroso kkk) vão se safar. Não dei a nota total de conteúdo por não ser meu gênero preferido.

Análise narrativa, projeto gráfico e edição de texto:

O livro foi narrado de uma maneira fácil e gostosa de ler, à pesar de ter algumas (poucas) palavras que eu não conhecia o significado. Não encontrei erros gramaticais (mas talvez eu não tenha percebido por que minha gramática não é a melhor kkk).
Eu não gostei muito do projeto gráfico do livro, por isso a nota. Certo ou errado, uma das primeiras coisas que sempre vemos no livro é a capa, e a gente julga SIM o livro pela capa. A capa do livro tem relação com o tema, claro, mas não é uma capa bonita e que chame atenção (na minha opinião, claro) e se fosse melhor trabalhada o livro com certeza chamaria bem mais atenção.

Já leu o livro? Deixe sua opinião aqui. Se ainda não leu, diga-nos o que achou da nossa resenha. Seu comentário é muito importante para nós.

2 comentários:

  1. Oi tudo bem?
    Infelizmente essa dica de livro não foi para mim hoje por não curtir muito livros de terror, mas para quem gosta parece ser uma boa história.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Se fosse só pela capa não leria o livro. Não curto terror então esse é um ponto negativo, mas gostei de saber que eles caçam as almas para dar descanso. Quem sabe mais para frente eu leia.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, é muito importante para mim!

© Versos da Alma - 2017. Todos os direitos reservados. Template criado por Mix Digital Design. Tecnologia do Blogger.
Imagens por Flaticon