quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Resenha do livro "Um dia"

Nenhum comentário: | |


Páginas:411
Editora: Intrínseca
Autor: David Nicolas


Sinopse: Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro.
Os anos se passam e Dex e Em levam vidas isoladas — vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois.
Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida.


Esse livro é essencialmente sobre a vida sobre a importância do dia de hoje, porque nós não poderemos saber o que acontecerá amanhã.A história de Em e Dex,demostra que cada dia que acordamos é cheio de possibilidades e de imprevistos,coisas boas e coisas ruins.

Pra mim "Um dia" foi uma lição de vida a primeira vez que eu tentei ler esse livro  eu o deixei de lado porque não fluiu eu não estava conseguindo me ligar a leitura,mas uns três meses depois minha mãe leu e me disse que era muito bom,e para prender minha mãe tem ser um livro realmente muito bom.

"— Alguma novidade?Alguma ação,em termos de vida amorosa?
— Ah,você me conhece.Eu não tenho emoções.Sou um robô.Ou uma freira.Uma freira-robô.

— Não é,não.Você finge ser,mas não é".

Eu recomecei a lê-lo e depois de um tempo eu peguei o ritmo do livro,como eu disse anteriormente "um dia" é um livro sobre a vida então se você não gosta muito de livros com casais por causa do melodrama fica tranquilo (a) porque ele não foca em Emma e Dexter como um casal,mas sim como seres humanos aprendendo a viver

"Era hora de dar um sentido à vida.Hora de começar de novo".

Eu super recomendo esse livro porque além de te surpreender,vai te fazer refletir sobre a fragilidade do dia de amanhã, que nós na verdade nem sabemos que temos.
"Olha só um dia novinho em folha"
"Sim um dia novinho em folha"

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Morada nas estrelas

Nenhum comentário: | |


estrelas

As vezes eu imagino como seria me cobrir de estrelas,fugir do mundo e de todas as tristezas e saudades de todos os dias em que a dor é insuportável,essa distrações que nos levam para outros caminhos e nos roubam o objetivo que é viver,que nos roubam o objetivo que é ser feliz.


As vezes eu simplesmente tento me imaginar como seria morar com as estrelas,e descobrir se com seus bilhões de anos elas são felizes,descobrir algum segredo que elas saibam sobre a humanidade.

Aprender algo,e sentir alguma coisa evoluir,porque vendo daqui parece que a humanidade será sempre a mesma ao decorrer dos séculos,e essa involução,esse retrocesso que nos consomem. 


Eu devia passar menos tempo nas nuvens,menos tempo pensando sobre esse universo infinito,mas eu sou assim sempre tenho que manter pelo menos um pé no chão porque se eu me descuido eu sonho demais e vivo de menos.
© Versos da Alma - 2017. Todos os direitos reservados. Template criado por Mix Digital Design. Tecnologia do Blogger.
Imagens por Flaticon