quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Resenha do filme "As vantagens de ser invisível"

Nenhum comentário: | |
Oi gente esse vai ser o primeiro posto sobre filmes que eu adoro e não me canso de assistir.O filme não é novo,mas eu continuo amando por ser uma ótima  Adaptação do livro.

As vantagens de ser invisível


Eu sei que provavelmente vocês estão cansados de ouvir falar desse filme/livro e provavelmente já assistiram/leram,mas é que eu amo demais o jeito como a produção do filme foi sensível pra fazer a adaptação.Então chega de enrolação e vamos a resenha.

A adaptação cinematográfica de As Vantagens de ser Invisível é tão boa quanto o livro consegue passar a mensagem e o elenco é perfeito.

Emma watson que faz a personagem Sam,eu particularmente adoro a Emma,ela está pegando papéis totalmente diferentes da minha querida bruxinha Hermione e continua arrasando.

Ezra Miller,o Patrick,o que dizer do Ezra? Já virei fãn dele,ele interpreta e constrói o Patrick de uma forma que sai do óbvio com muita autenticidade e com expressões hilárias e desoladas.

Logan Lerman, o meu querido Charlie,o Logan é um fofo,eu já amava o Charlie,mas o Logan soube com muita sensibilidade dar expressão,postura e voz a esse personagem.

Uma das cenas que eu mais gosto no filme é quando o Patrick e a Sam estão dançando no baile da escola e o Charlie começa a se animar e chegar perto deles​ lentamente pra dançar eu amo essa cena porque é tão Chalie,também adoro a cena do túnel,do beijo(e várias outras).

Então é nota dez vale apena ser assistido e assistido mais uma vez o filme respeita muito o livro e a mensagem que ele passa,conseguiu me convencer,aliás não só isso,conseguiu me encantar.

Então é isso gente,espero que tenham gostado desse resenha,agradeço muito por ler esse post até aqui,se puder deixar um cometário eu agradeço muito pelo tempo.



Postado por: Monique Fonseca

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Resenha do livro " O Futuro de Nós Dois"

Nenhum comentário: | |

Livro o futuro de nós dois

Autor: Jay Asher; Carolyn Mackler
Editora: Galera Record
Páginas: 336


Sinopse: É 1996, e menos da metade dos alunos das escolas de ensino médio nos Estados Unidos já tinham usado a internet. Emma acaba de ganhar o primeiro computador e um CD-ROM da America Online de Josh, seu melhor amigo. E ao instalar o programa, logo no primeiro acesso, descobrem que acabam de entrar no Facebook, dali a quinze anos. Todos se perguntam como será o futuro. Josh e Emma estão prestes a descobrir.

Eu li esse livro em apenas um dia,é o tipo de livro descompromissado,que  você lê pra dar uma relaxada mesmo.A primeira coisa que eu gostei no livro foi o fato de ter narrativa intercalada,entre a Emma e o Josh,eu adoro livros assim no qual o autor nos dá diferentes pontos de vista.

“Quem não se lembra do passado está condenado a repeti-lo” Pág.: 209
  
Emma e Josh são adolescentes com todas aqueles conflitos característicos dessa fase,mas além disso eles encontram um modo de dar uma "espiadinha" no futuro não apenas deles,mas também dos seus amigos, através de um CD-ROM que vem com um estranho site o Facebook,que só seria inventado no ano de 2004.No entanto toda vez que eles tomavam uma decisão e voltavam para olhar a página o futuro deles mudava.

“Um pequena onda criada hoje pode causar um tufão daqui a quinze anos.” Pág.: 130

O livro também faz uma crítica ao modo como as pessoas se expõem nas redes sociais ,postando detalhes da suas vida cotidianas e pessoais.
Aliás,o que achei muito legal foi que a forma de viagem no tempo não foi de um jeito "bidimensional".Os autores optaram por algo simples  que nos faz pensar nas consequências das nossa escolhas,mas também nos lembra da importância de se viver o presente.

“Sempre achei que viagem no tempo devia ser uma coisa tão grandiosa que mudaria a vida da gente. Mas, aqui, a maior parte das pessoas só se importa com fotos de férias sem graça e coisas triviais.” Pág.: 84

Enfim,eu adorei o livro porque nos faz refletir sobre várias coisas,por exemplo;sobre como interagimos com a rede social.A única ressalva que eu tenho contra é que o tema poderia ser mais explorado,com diálogos mais marcantes,mas isso não estraga a leitura em geral.

“Eu me lembro da teoria do dominó. Se não impedirmos algo ruim de acontecer, a coisa continua se disseminando até ficar praticamente impossível tomar alguma providência a respeito dela.” Pág.: 287


Espero que tenham gostado da resenha,diz aí nos comentários se já leu esse livro,quer ler ou nunca ouviu falar,eu desde já agradeço pela participação,se quiser me acompanhar é só dar um pulinho no meu blog,um beijão e até a próxima.

Postado por: Monique Fonseca

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Resenha do livro "Um dia"

2 comentários: | |

Autor: David Nicolas
Editora: Intrínseca
Páginas: 411

Sinopse: Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro.
Os anos se passam e Dex e Em levam vidas isoladas — vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois.
Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida.


Esse livro é essencialmente sobre a vida sobre a importância do dia de hoje, porque nós não poderemos saber o que acontecerá amanhã.A história de Em e Dex,demostra que cada dia que acordamos é cheio de possibilidades e de imprevistos,coisas boas e coisas ruins.

Pra mim "Um dia" foi uma lição de vida a primeira vez que eu tentei ler esse livro  eu o deixei de lado porque não fluiu eu não estava conseguindo me ligar a leitura,mas uns três meses depois minha mãe leu e me disse que era muito bom,e para prender minha mãe tem ser um livro realmente muito bom.

"— Alguma novidade?Alguma ação,em termos de vida amorosa?
— Ah,você me conhece.Eu não tenho emoções.Sou um robô.Ou uma freira.Uma freira-robô.

— Não é,não.Você finge ser,mas não é".

Eu recomecei a lê-lo e depois de um tempo eu peguei o ritmo do livro,como eu disse anteriormente "um dia" é um livro sobre a vida então se você não gosta muito de livros com casais por causa do melodrama fica tranquilo (a) porque ele não foca em Emma e Dexter como um casal,mas sim como seres humanos aprendendo a viver

"Era hora de dar um sentido à vida.Hora de começar de novo".

Eu super recomendo esse livro porque além de te surpreender,vai te fazer refletir sobre a fragilidade do dia de amanhã, que nós na verdade nem sabemos que temos.
"Olha só um dia novinho em folha"
"Sim um dia novinho em folha"

Postado por : Monique Fonseca 
Blog:Eu,humana e finita

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Morada nas estrelas

Nenhum comentário: | |


estrelas

As vezes eu imagino como seria me cobrir de estrelas,fugir do mundo e de todas as tristezas e saudades de todos os dias em que a dor é insuportável,essa distrações que nos levam para outros caminhos e nos roubam o objetivo que é viver,que nos roubam o objetivo que é ser feliz.


As vezes eu simplesmente tento me imaginar como seria morar com as estrelas,e descobrir se com seus bilhões de anos elas são felizes,descobrir algum segredo que elas saibam sobre a humanidade.

Aprender algo,e sentir alguma coisa evoluir,porque vendo daqui parece que a humanidade será sempre a mesma ao decorrer dos séculos,e essa involução,esse retrocesso que nos consomem. 


Eu devia passar menos tempo nas nuvens,menos tempo pensando sobre esse universo infinito,mas eu sou assim sempre tenho que manter pelo menos um pé no chão porque se eu me descuido eu sonho demais e vivo de menos.
© Versos da Alma - 2017. Todos os direitos reservados. Template criado por Mix Digital Design. Tecnologia do Blogger.
Imagens por Flaticon